Cada geração é uma geração e cada geração tem as suas características, gostos e opiniões. Olhando para trás vemos o quanto nossos pais e avós são diferentes de nós e até o quanto repudiam o que nós gostamos.

Mas isso não é nenhuma novidade. Novidade seria se nós soubéssemos lidar com isso minimizando os conflitos com os mais velhos e com os mais novos.

As manifestações culturais são reflexos da época em que vivemos e crescemos isso nos torna únicos perante o mundo e as gerações que nos cercam.

É importante pensar que conhecer pessoas é conviver com diferentes pontos de vista, muitas vezes radicalmente discordantes o que sempre gera conflito.

A racionalidade é a palavra de ordem na hora de conviver com qualquer pessoa, independente da diferença de idade. Membros de uma mesma sociedade e de uma mesma geração podem ser diferentes entre si e podem ter pensamentos e direcionamentos completamente diferentes.

Se abrir para novas “realidades” faz com que evoluamos como pessoas e conheçamos novas perspectivas. O que não é nada ruim, cá entre nós.

Não importa a idade que você tenha, se abrir é a chave para evitar o conflito de gerações – seja paciente, ou você já passou por isso, ou ainda vai chegar lá.

Comments Off

Postado por: admin

A revista Superinteressante divulgou um infográfico animado, formado de vários pequenos vídeos,  no qual um cronômetro avalia o tempo que se perde em cada uma das ações que nele aparecem. Desde abrir um pacote de aspirina e esperar que ela dissolva até preparar um café ou uma torrada, somando tudo isso, gastamos muito tempo em coisas bem pequenas, o que, olhando para o infográfico, fica bem claro.

Ligar o computador demora em média 72 segundos. Passar na porta giratória (aquelas que são bem comuns em bancos) 10 segundos. Preparar um café, pasmem, nos faz perder em média 164 segundos. Quantos cafés você prepara por dia? E por semana? Em um ano, quanto tempo você passou ao todo preparando xícaras de café? Acredite é muito.

O portal “Administradores.com” entrevistou a psicóloga e diretora do Instituto Saber, Marcia Dolores Rezende, que é especialista em Programação Neurolinguistica. Queriam saber o que é mais importante na hora de distribuir bem o tempo, buscando a chave do verdadeiro gerenciamento do tempo.

“Gerir o tempo de forma eficaz implica identificar o que é mais importante, definir objetivos e estabelecer prioridades” – diz ela. “Assuma o comando de seu próprio tempo, fortalecendo a auto-estima, definindo prioridades através de um plano de ação, melhorando assim o que não está bom” – analisando o discurso de Marcia, fica claro que é mesmo uma questão de organização.

Seja no trabalho, em casa ou em ambos, a organização é fundamental para o bom gerenciamento do tempo e a boa realização de todas as tarefas. Mas, caso você não consiga fazer isso sozinho, ou não saiba por onde começar existem cursos que ensinam técnicas de gerenciamento de tempo. No site “Cursos Executivos”, há uma página com detalhes do curso “Gerenciamento do Tempo - Como Colocar o Tempo a seu Favor”. Nela, o conferencista, Fernando José da Rocha Camargo que trabalha com o desenvolvimento e aconselhamento de pessoas disponibiliza os tópicos abordados, entre eles, “Controle o tempo, controle sua vida”, “Como programar lembrando do significado” e até “Desenvolvendo o hábito de viver com emoção”. O programa de oito horas, busca esclarecer os pontos mais importantes na organização do tempo visando seu melhor uso e distribuição.

Sabiamente já dizia a letra da musica de Renato Russo “todos os dias quando acordo, não tenho mais o tempo que passou, mas tenho muito tempo”, só não pense que tem todo o tempo do mundo, pois a partir daí a melodia fica um pouco duvidosa. Na verdade nosso tempo é contado, distribua bem o seu e tenha sempre seu próprio tempo.

Comments Off

Postado por: admin

O stress já afeta grande parte da população mundial. São pessoas que não dormem bem, se alimentam mal ou estão passando por uma fase difícil. Milhares de fatores podem provocar um stress. Alguns desses fatores e consequências você pode ver por aqui.