Não é só a fila no caixa, este é o menor dos seus problemas, acredite.

Fazer compras, na verdade, é se expor, assim como inúmeras outras atividades diárias, ao convívio social direto com estranhos e isso é sempre difícil.

Em geral as pessoas não são educadas a respeitar os grandes espaços de convívio, como ônibus, metrôs, shoppings e é claro, supermercados.

A paciência nossa de cada vai aos poucos sendo consumida pelo convívio forçado e direto com a falta de noção alheia.

É uma festa.

Você entra no supermercado pra comprar um biscoito, um suco, ou pra fazer as compras do mês (o que demanda ainda mais paciência) e lá vai… é criança correndo e grita enlouquecidamente com produto na mão. É velhinha que passa com o carrinho no seu pé. É gente devagar que passa horas olhando para a prateleira e você lá, esperando, espremendo até a última gota do seu bom humor pra levar pra casa o que precisa.

Você caminha lentamente entre as pessoas e sente o calor do ódio e da pressa subir pelas suas pernas freadas pela lerdeza de seus semelhantes. Nos seus olhos a tensão está estampada e nada importa, seu foco é a saída, que a cada idoso driblado, criança contornada, mãe estressada e a cada solteirão com lotes de cerveja que você consegue ultrapassar, fica mais distante.

Quando parece que seu último obstáculo é a mocinha mal encarada do caixa, alguém, ALGUÉM lá na frente reclama da diferença de R$0,13 no produto e lá vai. A última gota de paciência está por um fio, a demora, as pessoas bufando, resmungando uma série ofendas baixinho entre si. O ar fica tão denso que parece ser possível tocá-lo com as próprias mãos.

Calma? Essa palavra não pertence ao seu vocabulário, calma é a chegada em casa depois do trânsito, depois do trabalho, depois do trânsito de novo e mais: calma é a saída do supermercado literalmente. Pense bem, você não tem outra escolha.

Depois das malditas sacolinhas plásticas, do troco, seu carro, a saída do estacionamento. A rua, a leveza do alívio se instala nos painéis e o volante se faz mais leve. Agora tudo vai ficar bem, você está oficialmente livre da “uruca” do supermercado.

Não precisa mais ficar stressado… tudo ficou para trás.

Comments Off

Postado por: admin

Comments are closed.

O stress já afeta grande parte da população mundial. São pessoas que não dormem bem, se alimentam mal ou estão passando por uma fase difícil. Milhares de fatores podem provocar um stress. Alguns desses fatores e consequências você pode ver por aqui.