Depois dessa, na volta, o vôo tb foi cancelado. Isso nos atrasou em mais 2 horas.
No total foram duas tardes de trabalho perdidas pq a TAM não entende o quanto o consumidor merece ser respeitado.
Pelo preço que eles cobram vamos todos virar clientes infidelidade da TAM.

Além disso quando entramos na aeronave demos de cara com um estado de manutenção deplorável como mostra a foto do banco que não reclinava e que ainda tinha silvertape tapando o botão.

Postado por: samamba

  1. Karla disse:

    Bom dia, Samamba.
    Se fosse somente a TAM que não respeita seus passageiros até que estaríamos salvos. Sem querer realizar um “merchand” gratuito, só fui realmente bem tratada pela Azul, companhia relativamente nova que opera no Brasil.
    Em pleno caos aéreo (2007-2008) eu queria ir de São Paulo a Curitiba, partindo de Congonhas, pela Gol. O check in do vôo foi feito às pressas, a atendente mal olhou meus documentos, jogou minha bagagem na esteira e me informou com voz de tédio “portão 10″ para o embarque. Lá fui eu. Portão 10. Qualquer um que conheça Congonhas sabe que o portão 10 é longe, tão longe que no meio do caminho pra ele eu já achei que me fariam chegar à pé em Curitiba.
    Apresentei a passagem no portão, o atendente não conferiu e sentada no avião eu escuto “Boa tarde senhores passageiros, aqui fala o Capitão Lima, bem-vindos ao vôo XXX com destino a Fortaleza!”. O que??????? Fortaleza?
    Eu queria ir um pouco mais pra baixo no mapa! Saltei do banco e fui falar com as comissárias. Portão 10? E Curitiba? “Ah, mudou! Curitiba é no portão 4.”
    Eu nunca corri tanto na minha vida. Atravessei o aeroporto inteiro correndo até chegar no portão 4 e descobrir que o avião para Curitiba estava empatando a saída de vários outros, pela ausência de passageiros que realizaram o check in e estavam “perdidos” entre os portões de embarque. Demoramos exatamente 2 horas e 43 minutos para decolar.
    Se algum curitibano foi para Fortaleza eu não sei, mas olhando em retrospecto eu não deveria ter saltado do avião. Deveria ter aproveitado a passagem e passado uns dias por conta da Gol sob o sol do Nordeste.

  2. Diego disse:

    Olhe bem, tudo isso representa a falta de seriedade das empresas que abusam da boa vontade do consumidor por ser um meio de transporte necessário para todos, ninguem vai deixar de ir de avião para ir de carro à toa. Agora como o funcionamento de qualquer empresa neste mundo depende praticamente do consumo de seu produto ou serviço, os consumidores são quem realmente tem poder para boicotar, falir, arrasar ou destruir, seja qual for o termo adequado, a reputação de qualquer industria e assim através da internet podemos unir experiências e divulga-las de forma que atinja a marca da empresa positivamente ou negativamente. Portanto, cuidado para que você não deixe as empresas abusarem da sua boa vontade, simplesmente RECLAME E DIVULGUE SUAS BOAS OU MÁS EXPERIÊNCIAS, porque eu da proxima vez vou querer viajar pela AZUL e comer uma barrinha de Nutry…na viagem!!!

  3. samamba disse:

    Fico muito feliz em ver vocês postando aqui essas histórias. Peço até que encoragem outras pessoas a fazer o mesmo. Pq é só assim, contando essas histórias de terror espalhando, fazendo todo mundo saber o que acontece, que vamos mudar alguma coisa.
    brigado pela colaboração Diego e Karla

  4. Tufi disse:

    No Brasil, viajar de avião virou sinônimo de estresse.Em uma viajem recente que fiz para SP tivemos problemas na ida (cinco horas de atraso) e na volta (uma hora e meia de atraso).Geralmente o culpado é o São Pedro…
    Fico pensando: como será o nível de estresse de quem viaja sistematicamente? com remarcar comprimissos e reuniões? fala sério…
    Toma-lhe Nutry!
    Um forte abraço para todos!

O stress já afeta grande parte da população mundial. São pessoas que não dormem bem, se alimentam mal ou estão passando por uma fase difícil. Milhares de fatores podem provocar um stress. Alguns desses fatores e consequências você pode ver por aqui.